Um problema a menos

Às vezes é preciso parar com tudo, sentar, respirar, para poder continuar com força e disposição. Pois assim teve início a minha manhã ensolarada de quarta-feira, para fechar o mês de janeiro com chave de ouro.

Um problema de uma cliente que tirava o sono fazia tempo merecia uma atenção especial para ser solucionado. Uma cobrança indevida de condomínio, mesmo após ser corrigida judicialmente, persistia em acontecer, para a infelicidade da minha cliente, e minha também.

Com isso, evitando ao máximo o ajuizamento de uma nova ação, tendo em vista o longo período de duração da ação anterior, bem como o desgaste que tal demanda proporcionou a todos os envolvidos, resolvi solucionar o problema de forma mais racional e menos passional.

Convidei todos os envolvidos para uma reunião (cliente, advogados e administradora do condomínio). Em menos de 30 minutos de conversa, a melhor solução apareceu. O pagamento das parcelas vincendas com as reduções arbitradas pelo Juízo, bem como o parcelamento das parcelas vencidas.

Parece simples a solução, mas era esse o desfecho almejado pela minha cliente desde o ano de 2007. Se a conversa de 30 minutos tivesse acontecido antes, não seria preciso esperar quase 5 anos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: